Peeling: qual o tipo mais adequeado para sua pele?

Peeling é todo processo em que há a remoção das camadas mais superficiais da pele, seja com o uso de um produto químico, físico ou laser. Ocorre destruição controlada de parte ou de toda epiderme, com ou sem a derme, levando a esfoliação e remoção de lesões superficiais, seguida pela formação de um novo tecido dérmico e epidérmico. Vem do verbo em inglês “to peel” que significa descamar.

Com essa remoção, a pele se reestrutura e se renova, além de haver estimulação da produção de colágeno, substância que dá firmeza à pele. Dessa forma, os peelings são indicados para tratamentos de rejuvenescimento, manchas na pele, cicatrizes de acne, flacidez, entre outros problemas de pele. Mas o resultado varia conforme a profundidade do peeling feito.

O procedimento do peeling é muito comum e seguro. As únicas recomendações são em relação a evitar o sol e procurar clínicas e profissionais especializados que possam atender o paciente sem que leve a problemas maiores de saúde, como infecções na pele.

Os especialistas estão cada vez mais utilizando protocolos não invasivos para tratar os efeitos do tempo na pele, retardando uma futura cirurgia plástica, por exemplo. Esses tratamentos variam de acordo com o tipo de pele e de acordo com o que se deseja melhorar.

Confira a seguir alguns dos principais tipos de peeling oferecidos aqui na Clínica de Estética QBC! em Santo André e seus benefícios.

1) Peeling Químico

O que é peeeling químico?

O peeling químico é um tipo de tratamento estético que é feito com a aplicação de ácidos sobre a pele para retirar as camadas danificadas e promover o crescimento de uma camada lisa.

A intenção é acelerar o processo de renovação celular a partir das camadas mais profundas da pele, ao mesmo tempo em que são eliminadas as camadas mais superficiais e envelhecidas.

A pele é dinâmica, viva, um órgão em constante renovação. Todos os dias, células novas são produzidas e outras são eliminadas. Mas, com o passar dos anos, diminui a velocidade de renovação destas células. O processo de envelhecimento e a luz solar faz, então, aparecer as temíveis rugas, manchas, flacidez e aspereza.

Tipos de Peeling Químico

Geralmente, dependendo do tipo de Peeling Químico, a técnica pode ser utilizada para a pele do rosto, mãos e pescoço para remover manchas, marcas de acne, rugas e cicatrizes. Assim, os principais tipos incluem:

  • Peeling Químico superficial: Remove a camada mais superficial (epiderme) da pele, sendo ótimo para clarear manchas e retirar marcas de acne ou rugas superficiais;
  • Peeling Químico médio: são utilizados ácidos que removem a camada externa e média da pele, sendo utilizado para tratar acne e rugas mais profundas;
  • Peeling Químico profundo: remove as camadas de pele até ao nível mais profundo, sendo recomendado para casos de pele danificada pelo sol e outras cicatrizes.

Os resultados do Peeling Químico podem ser vistos já a partir da primeira sessão do tratamento. Durante o procedimento, é aconselhado o uso de um creme hidratante calmante com filtro solar, pois a pele fica mais sensível.

 

Benefícios do Peeling Químico

Os principais benefícios incluem:

  • Redução das cicatrizes de acne;
  • Renovação celular da pele;
  • Atenuação de cicatrizes;
  • Redução das manchas de idade ou sol;
  • Atenuação de rugas e linhas de expressão;
  • Hidratação

 

2) Peeling de Diamante

O que é o peeling de diamante?

O Peeling de Diamante, é um peeling mecânico, ou seja, utiliza um equipamento próprio para esse fim com uma ponteira diamantada tipo uma lixa, que promove uma micro esfoliação da pele.

Entre os principais objetivos do procedimento estão a remoção das células mortas que ficam na camada mais superficial da pele e a estimulação da produção de colágeno.

Indicações do Peeling de Diamante

A esfoliação promovida pelo Peeling de Diamante renova a camada celular da pele, e, induz alterações celulares na pele que ajudam a rejuvenescê-la. O que acontece é que para alterar a aparência da pele, o procedimento estimula a produção de colágeno, a principal proteína responsável por dar forma, estrutura e sustentação à pele. Segundo os pesquisadores, quanto mais agressivo o método – sem, claro, destruir o tecido da pele – maior o estímulo à produção de colágeno.

Este procedimento estético está indicado para tratar manchas superficiais – as chamadas melanoses, que estão localizadas na epiderme, camada superficial da pele. O Peeling de Diamante promove a esfoliação da epiderme, promovendo a melhora das melanoses. Também pode haver melhora nas cicatrizes de acne, mas como nesse caso as lesões são mais profundas, a melhora é mais discreta.

Da mesma forma, rugas finas são marcas mais profundas e por isso têm um benefício discreto. Este efeito ocorre principalmente quando, junto ao Peeling de Diamante, é feito uso de cosméticos que agem suavizando as linhas de expressão. Poros muito abertos, quando submetidos à esfoliação do Peeling de Diamante, também diminuem. Isso acontece por que os poros tem formato de cone, portanto quanto mais pele é removida, mais estreitos eles ficarão.

O Peeling de Diamante pode também ser usado para melhorar o aspecto das estrias, principalmente as avermelhadas, mais recentes. O benefício acontece devido ao estimulo de células novas, que promoverão uma cicatrização mais discreta na região.

Este peeling pode ser feito em pessoas com qualquer tonalidade de pele e até mesmo nas bronzeadas. Adolescentes também se beneficiam da técnica.

O público masculino procura muito este tratamento por ser rápido, fácil e eficaz.

 

3) Peeling de Cristal

O que é o Peeling de cristal?

O Peeling de Cristal é uma dermoabrasão, ou seja, uma esfoliação realizada mecanicamente na pele com o objetivo de remover marcas e melhorar o aspecto da pele.

Indicações do Peeling de Cristal

O tratamento está indicado para pessoas que desejam tratar manchas (obtendo clareamento facial), rugas e estrias corporais (principalmente as avermelhadas) e até mesmo pelos encravados, inclusive sendo muito indicado para homens com foliculite.

O Peeling de Cristal também estimula o colágeno da pele, melhorando sua firmeza e é uma opção para peles com bronzeado manchado.

Regiões do corpo em que pode ser feito o Peeling de Cristal

Além do rosto, o Peeling de Cristal pode ser feito em qualquer outra parte do corpo, como colo, braços, abdômen, costas, glúteos e pernas.

Como é feito o Peeling de Cristal?

O Peeling de Cristal é feito com ajuda de um aparelho que faz uma sucção na pele através de uma ponteira que libera óxidos de alumínio – chamados de cristais – responsáveis pela esfoliação da pele. A máquina lança os cristais na pele, que esfoliam e removem as impurezas e as células mortas de toda a parte externa da pele. O tratamento é indolor.

O profissional tem duas opções durante o Peeling de Cristal: manter uma esfoliação leve da epiderme ou realizar o procedimento de maneira mais intensa, chegando até a derme superficial (que fica abaixo da epiderme, a primeira camada da pele).

O principal benefício do método mais profundo é a associação com princípios ativos. Chegando na derme superficial são colocados os ativos que considerados necessários: Hidratantes, máscara de colágeno, tensores, ácido retinóico, vitamina C, entre outros. A permeabilidade dos cosméticos é muito maior nessa camada da pele, garantindo resultados mais visíveis. Após o procedimento coloca-se uma máscara hidratante e revitalizante.

Sessões de Peeling de Cristal

Cada sessão de Peeling de Cristal dura em média 45 minutos dependendo da extensão da área a ser tratada. São necessárias pelo menos três sessões e, o número total, depende de cada caso. Para tratar manchas e rugas entre três e cinco sessões costumam ser suficientes e para estrias entre cinco e dez sessões. O intervalo indicado para as sessões é de cerca de 21 dias dependendo de cada caso.

 

4) Peeling Elétrico (Jato de Plasma)

O que é o Peeling Elétrico?

O Peeling Elétrico é um procedimento inovador e revolucionário para tornar mais eficaz o rejuvenescimento intenso, reduzindo e melhorando de forma significativa as rugas, linhas de expressão, sulco naso geniano, flacidez tissular, pálpebras flácidas, olheiras, região do pescoço e papada, e promove um clareamento e uniformização do tom da pele.

Utilizando o Jato de Plasma que é uma tecnologia vinda da Europa, sua aplicação não causa danos às camadas inferiores, folículos pilosos e outras estruturas.

O plasma é um gás ionizado com ions e elétrons e ao ser aquecido e em contato com o oxigênio produz o plasma. Esse emissor de ondas elétricas de corrente alternada ou contínua atinge somente o estrato córneo do tecido epidérmico, não causando danos às camadas inferiores, folículos pilosos e outras estruturas.

Como é feito o peeling elétrico?

Os tratamentos com Peeling Elétrico são convenientes e rápidos. Um creme anestésico tópico é aplicado antes do tratamento e o tempo de tratamento depende da área a ser tratada, mas geralmente está entre 20min e 30min.

Principais benefícios do Peeling Elétrico

O Peeling Elétrico pode ser usado para diversos tratamentos, como por exemplo

  • acne ativa
  • cicatrizes de acne
  • verrugas
  • xantelasma
  • quelóides
  • estrias
  • fibromas
  • rugas e linhas de expressão permanente
  • remoção de tatuagem
  • manchas brancas (restaurando a cor normal)

5) Peeling a Laser

O que é Peeling a Laser?

O peeling a laser vai retirar camadas superficiais da pele, através da aplicação de um laser na área, o que estimula a regeneração das células proporcionando o rejuvenescimento e também podendo dar fim as manchas. Esse laser pode atingir diferentes tipos de profundidade e cada nível de profundidade é indicado para um tipo de tratamento.

Em geral a luz intensa pulsada é utilizada para tratar as imperfeições da pele que vão aparecendo com o passar do tempo, como os sinais do tempo e as manchas causadas pela exposição ao sol. O tratamento apaga as manchas escurecidas e elimina os vasos aparentes fazendo com que a pele pareça mais bonita e as rugas fiquem mais suaves.

Na maioria dos procedimentos com luz intensa pulsada não há nenhum tipo de efeito colateral. Os raios luminosos atravessam a pele, mas não causam nenhum tipo de dano as células saudáveis. A garantia de que as áreas saudáveis não sofreram danos se dá porque os raios buscam atingir especialmente as áreas hiperpigmentadas.

Como é feito o Pealing a Laser?

A preparação para o tratamento também deve ser realizada corretamente para evitar contratempos durante a aplicação e garantir a máxima eficácia. Anteriormente a aplicação do laser, o dermatologista costuma indicar loções cremosas a base de ácidos para preparar a pele.

Veja abaixo algumas dicas fundamentais para que o tratamento seja bem sucedido:

Não tome sol: a pele estará sensível e deve ser preservada, para evitar ferimentos, manchas ou problemas mais sérios.

Não use produtos abrasivos: salvo sob orientação do médico, suspensa o uso de produtos abrasivos, ácidos ou demais cremes que possuem componentes agressivos em sua fórmula.

Se alimente bem: se alimente corretamente, ingerindo alimentos leves e muita água. O organismo precisa estar em perfeito estado para que a regeneração obtenha o máximo sucesso.

Qual tempo de recuperação do peeling a laser?

Em procedimentos mais superficiais a o tempo de recuperação é de 2 a 10 dias. Já em procedimentos que atingem camadas mais profundas da pele podem demorar entre 10 e 20 dias. Isso pode variar de pessoa para pessoa, pois cada organismo tem sue tempo de reação. Os resultados estarão completos após 4 meses do tratamento.

Para saber o tipo de peeling mais indicado para você agende uma sessão: Tel.: ( 11 ) 4436-6245 / 4427-3700 – Whatsapp ( 11 ) 94246-1313

Compartilhe

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar